Trabalho que vai debater o equacionamento da Petros

A reunião aconteceu na tarde desta segunda, no Rio de Janeiro e objetivou informar às entidades participantes do GT como se dará a dinâmica do trabalho



Nesta segunda-feira (6), a Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) participou da reunião de elaboração do Grupo de Trabalho (GT), que visa discutir o equacionamento da Petros. A iniciativa objetiva, sobretudo, desenvolver estudos complementares para a redução de impacto do PED nas pessoas, segundo o RH da Petrobras.

Durante a reunião ficou definido que o GT irá se encontra duas vezes por semana, todas as terças e quintas-feiras, durante 60 dias corridos. Nas terças, os encontros vão ser realizados das 9 às 18 horas. Nas quintas, o Grupo irá se reunir na parte da tarde, a partir das 13 horas.

Segundo Paulo Ferraz Mansur, da gerência do RH da Petrobrás, caso os 60 dias não forem suficientes para se chegar a uma solução, vão preparar um documento para a direção da Petrobrás, a fim de estender as discussões por mais tempo.

Os encontros de trabalho vão começar oficialmente no dia 14 de novembro, dia em que a Petrobrás e a Petros vão falar sobre os motivos que as levaram a escolher o modelo de equacionamento proposto.

Nas reuniões seguintes, as entidades integrantes do GT vão expor ideias, preocupações e sugestões de soluções. Posteriormente, vão implementar propostas definidas em conjunto.

No decorrer da reunião, a FNP sugeriu que o prazo da implantação do equacionamento seja adiado, junto a Previc, por mais 90 dias. Houve consenso entre as entidades participantes do GT sobre este ponto. Segundo Mansur, a proposta vai ser analisada e verificada a viabilidade do pedido.

O RH ainda informou que vai criar um canal aberto para que as pessoas possam enviar suas sugestões.

Além da FNP, participaram da reunião: Federação Única dos Petroleiros (FUP), Federação dos Marítimos, Petros e Petrobrás. No vídeo abaixo, a FNP e conselheiros da Petros falam sobre a reunião desta segunda.

FNP se prepara para o embate

Na parte da manhã, a FNP, AEPET, GDPAPE e conselheiros da Petros realizaram uma reunião para discutir os rumos do equacionamento.



Novas reuniões ainda serão marcadas. Informações sobre o andamento dos encontros serão divulgados brevemente, aqui, no site da FNP. Fique atento!

 

Fonte:

Por Vanessa Ramos, jornalista da FNP |

06/11/2017

NOTÍCIAS

ANTERIORES