Para obter a certificação, a Petros foi submetida a um processo de auditoria, que consistiu em uma análise qualitativa, para avaliar o cumprimento das exigências contidas no Código de Autorregulação em Governança de Investimentos, ao qual a Fundação aderiu em março deste ano. Foram avaliadas as políticas, normas, processos e programas de aprimoramento de governança conduzidos nos últimos dois anos na Fundação. A aderência das práticas adotadas pela entidade aos requisitos contidos no código foi verificada por uma banca avaliadora, composta por especialistas do setor. A comprovação das mudanças implementadas também passou pelo crivo da Auditoria Interna da Petros, com a chancela da auditoria da Petrobras, e de outros importantes agentes, como participantes e gestores externos, que tiveram que responder a um questionário atestando as medidas.



O Código de Autorregulação em Governança de Investimentos da Abrapp reúne diretrizes e obrigações para o aperfeiçoamento das práticas de governança de investimentos das entidades, contribuindo para que os processos de decisão sejam mais seguros e confiáveis. Lançado em 2016, o documento não se sobrepõe à legislação vigente para o setor, mas a complementa, estabelecendo exigências que vão além das expressas na regulamentação, em prol do aprimoramento das normas internas das fundações.

 

07-11-2018

Fonte: PETROS

NOTÍCIAS

ANTERIORES